Imagens

25.8.11

Primeira Troca

Na verdade nossa primeira troca, também foi a primeira troca de nossos parceiros. Era uma noite de sábado e também era o dia do aniversário do Cássio. Pra comemorar, fomos tomar uma cervejinha nos bares da orla, ficamos lá até meia-noite aproximadamente, quando resolvemos voltar pra casa e terminar nossa comemoração particular de forma mais intima. Assim que chegamos ao prédio que moramos, encontramos um casal de vizinhos que moram no andar de baixo (a Paula e o Mauro). Ela moreninha, olhos verdes, cerca de 23 anos, bundinha arrebitada, coxas malhadas. Ele moreno-claro, alto, uns 38 anos, um homem bem bonito. Cumprimentaram-nos e em tom de brincadeira nos perguntaram o que estávamos fazendo fora de casa tão tarde. Foi quando mencionei que era o aniversário do Cássio, e eles fizeram questão que voltássemos com eles para a boate onde eles estavam para comemorarmos juntos. A boate fica em frente à praia e ficamos sentados na varanda da boate (pois fazia muito calor e lá fora estava mais fresco). Brincamos, dançamos e bebemos muito. Quando resolvemos sair da boate já eram mais de 3 da manhã. Fomos para casa e quando chegamos o Cássio convidou o Mauro e a Paula para tomarem a saideira em nosso apartamento. Assim que chegamos deixamos nossos convidados na sala e fomos para a cozinha para fazer uns tira-gostos e preparar mais uma caipirinha. Quando retornamos a sala estranhamos, pois havíamos deixado a lâmpada da sala acesa, e estava tudo na penumbra, o Mauro tinha colocado uma musica no aparelho de som e estava dançando bem sensualmente com a Paula. Eu e o Cássio ficamos assistindo aquilo calados, e o Mauro estava no maior amasso com a Paula. Ele dançava com ela, amassando a bunda dela e puxando sua saia pra cima, e às vezes colocava a mão dentro da blusa dela acariciando os seios, a Paula que também já estava bastante tonta, gemia e se esfregava no Mauro. Recuamos um pouco pra eles não perceberem que a gente tava olhando, ai o Mauro colocou o pau pra fora e a Paula segurou no pau dele, eu e o Cássio não agüentamos de tesão. Agarramos-nos e nos beijamos. Quando olhamos pra eles a Paula estava dançando só de sutiã e calcinha e o Mauro de cueca, nosso tesão foi aumentando ainda mais, eu sentia o coração acelerado. O Cássio me abraçou por trás e colou o pau duríssimo em minha bundinha, apertando meus peitos, tirei a mão direita dele do meu peito e coloquei dentro da minha calcinha (minha xoxota tava encharcara), na verdade estávamos todos meio bêbados e quando percebemos estávamos os quatro na sala dançando. Ai a Paulinha pegou a mão do Cássio e puxou ele pra dançar, mas antes disse que tínhamos que ficar todos iguais. Logo o Cássio ficou de cueca e eu fiquei só de calcinha, pois não estava de sutiã. Uma nova proposta foi feita pela Paulinha, que todos ficássemos nus. Eu e o Cássio ficamos um pouco sem graça e com vergonha, mas como eles já estavam se despindo, resolvemos tirar o restante das nossas roupas também. O Mauro veio dançar comigo e senti o pau dele endurecer entre minhas pernas. Fiquei com uma vergonha de morrer, mas logo vi que o Cássio já estava grudado nos seios da Paulinha, mamando como uma criancinha. Fiquei com tanto ciúmes que abri um pouco as pernas e o pau do Mauro deslizou até a entrada da minha xoxota. Deu-me um tesão tão grande que suspirei, me veio uma vontade de foder tão grande que eu sentia meu corpo inteiro queimar. O Mauro percebeu empurrou o corpo pra frente e a cabeça do pau dele entrou na minha buceta que já estava toda melada. Quando vi, a Paulinha estava de quatro no tapete, com o corpo apoiado no sofá e o Cássio com a pica totalmente enterrada na xoxota dela que já estava tão molhada quanto a minha. Meu tesão já era maior que meu ciúme, pedi ao Mauro pra deitar no tapete e sentei no caralho duro dele e cavalguei até ele encher minha xota de porra quentíssima. Deitei no peito dele e minha bunda ficou arrebitada. O Cássio veio por trás e senti a cabeça do pau dele entrando no meu cuzinho que latejou na hora (adoro sexo anal), eu nunca imaginava que uma pessoa normal pudesse agüentar uma dupla penetração, eu pensava que só era coisa pra profissionais, o Cássio foi enterrando a rola no meu cuzinho e eu gozava sem parar. Ai que loucura. Não sei quantas vezes gozei, eles tiraram as picas meladas dos meus buracos encharcados de porra. A Paulinha veio por cima de mim e começou a me lamber. A língua quente dela parecia um pincel pintando meu corpo, ela foi me chupando todinha, centímetro por centímetro, eu sentia descargas elétricas por todo o meu corpo, meu gozo parecia prolongar, foi uma coisa diferente, delicioso, ela foi subindo, subindo, e quando chegou frente a frente com meu rosto, pela primeira vez beijei outra mulher. Fizemos um 69 e gozei novamente na boca da Paulinha. Foi maravilhoso. Gozamos como loucas. Era a primeira vez da Paulinha também. O Mauro e o Cássio estavam em pé batendo uma punheta vendo a gente se chupar. Depois eles fizeram uma dupla penetração na Paulinha também, só que o Mauro comeu a bundinha dela, por que o Cássio tem o pau muito grosso, e eu já estou acostumada. Fomos os quatro para o banheiro e eu e a Paulinha demos um show especial pra eles enquanto os dois nos olhavam batendo uma punheta e gozando em nossas bocas. (detalhe, o Mauro gozou na minha boca, e o Cau na boca da Paulinha). Já faz mais de um ano que transamos assim pelo menos duas vezes no mês.

Nenhum comentário: