Imagens

19.11.11

Conto erótico

Eu, meu marido e a ex-noiva lesbica dele.


Eu, meu marido e a ex-noiva lesbica dele.


Olá, meu nome eh Beatriz, tenho 22 anos e sou casada há 7 anos com o Carlos ou seja desde os 15 anos. Sempre tive tesão por mulheres, apesar de o meu fraco mesmo ser uma rola bem gostosa...
Mas a idéia de ficar com mulheres sempre me exitava demais. Ás vezes me comunicava com algumas no msn, até marquei com uma, mas não tive coragem de levar adiante.
Um dia uma amiga me falou que tinha ido com o marido até uma boate onde rolava de tudo, e que até foi chupada por uma mulher na frente do marido dela, e que apartir desse dia a relação dos dois tinha melhorado bastante. Fiquei curiosa e toquei no assunto com meu marido, achei que ele fosse achar estranho, mas ele disse que seria um tesão ver outra mulher me comendo....
Aí eu perguntei pra ele quem poderia ser, ele disse que poderia ser uma amiga minha, e disse que não ia achar ruim comer uma das minhas amigas gostosas. Engracadinho...
Eu disse que não queria uma amiga minha provando daquela rola saborosa, pra ela não ficar apaixonada, pensei em uma prostituta, mas ele disse que não queria, aí ficamos pensando, até que ele deu a idéia de que fosse a ex-noiva dele, eu adorei a ideia, pois nem ele, nem eu tinhamos muito contato com ela, porque depois que eles terminaram o noivado ela virou lésbica e jah morava com outra mulher. Eu só tinha visto ela umas 2 vzs, o nome dela eh Alessandra, lembro que ela era magra do bundão e seios pequenos uma delicia... Kkkk. Pronto! Tava feito, combinei que ele ligaria pra ela, e diria que ia ter uma festinha lá em casa e que ela p ela ir sozinha, ela estranhou no começo, mas depois topou, acho que se tocou o que era de verdade. Meu marido falava que ela tambem gostava dessas coisas.
Marcamos na nossa casa num domingo, comprei uma vodca e um uísque, queria que ficássemos soltos pro momento esperado.
As 11:00 ela chegou, tratei ela super bem, ofereci logo um copo de bebida ela aceitou uma vodca e virou o copo de uma vez com a vodca pura! Louca! Kkkk
o tempo passando agente conversando e bebendo e já estávamos meio altos quando, eu decidi começar a agitar o negócio, eu perguntei a ela: ow Alê, vc não tem saudades de sentir uma rola bem deliciosa, na sua boca e socando dentro da sua boceta te fodendo bem gostoso?

Notei que ela ficou sem jeito, mas respondeu: ás vezes.
E deu um risinho sem graça e olhou p o Carlos.
Aí eu disse: quer matar a saudade? Pode colocar esse pau gostoso na boca, e rebolar muito em cima dele. Eu vou deixar, mas só se vc me comer tb e me ensinar e te comer que eu quero que vc goze muito na minha língua.
Isso foi o que faltava pra aflorar os desejos, meu marido tirou aquele pauzão pra fora e Alê caiu com a boca em cima, parecia que nunca tinha visto um cacete na vida, chupava com tanto gosto, subia e descia com a língua, passava em volta da cabeçona, mordiscava as bolas, voltava pra cabeça, colocava tudo dentro da boca e o Carlos tava delirando até que gozou na boca dela e ela engoliu tudinho...
E eu tava tocando uma siririca ansiosa pra sentir aquela lingua maravilhosa na minha xana.
Na mesma hora ela olhou pra mim e disse: Agora eu vou te mostrar como se come uma mulher.
Eu tremi... de tesão.

Começou a me beijar e eu senti o gosto do leitinho do Carlos na boca dela, que beijo delicioso a língua dela invadia minha boca, desceu pelo meu pescoço, abaixou minha blusinha e começou a chupar meus seios, passava a linguinha, mordia o biquinho, e chupava como um bebe esfomeado, eu tava delirando e ansiosa p que ela chegasse logo onde eu queria, minha boceta já estava pingando de tanto tesão, eu de olhos fechados só senti que meu marido encostava a pica na minha boca, ainda um pouco mole p eu chupar, eu comecei a chupao-lo com vontade
Depois de um bom tempo em meus seios, ela finalmente começou a descer, pela minha barriga, e abriu bem a minhas pernas, e começou a beijar a parte de dentro das minhas pernas. Colocou a mão na minha xana e falou: olha como ela tá molha dinha,tá gostando nah safada,
e eu ainda chupando o carlos falei: eu quero que vc me coma sua puta.
Imediatamente ela caiu de lingua na minha xana, chupava o clitóris, pincelava com a lingua parecia um chicote enfiou um, dois dedos na minha boceta e foii enfiar a lingua no meu cuzinho, nessa hora eu pirei, pedia mais e mais e vi que meu marido saiu da minha boca e foi pra tras da Alê e socou tudo nela com violencia, metia tão forte que ela não conseguia me chupar direito, mesmo assim eu gozei duas vezes na lingua daquela puta, meu marido pediu pra comer o cuzinho dela e ela disse: pode comer, ninguem nunca comeu depois de vc.
Ele começou a enfiar a cabeça ela gemeu um pouco, eu fui pra baixo dela e comecei a chupar aquele grelo delicioso, ela relaxou e ele socou tudo de uma vez dentro dela, não demorou muito e eles gozaram juntos e eu lambi o gozo dela e o dele misturados, uma delicia...
Descansamos um pouco, tomamos banho e voltamos pra cama, eu queria comer ela p o Carlos ficar olhando.
Mas essa eh uma história pro proximo conto.

Nenhum comentário: