Imagens

4.2.11

Meu amigo de internet me ofereceu sua garota

ENVIADO POR ANÔNIMO

Fiz amizade com um rapaz a algum tempo atrás quando a teclava em uma sala de Bate-Papo. Ficamos alguns dias conversando, assim que a gente podia. Sempre achei que não tem nada de mais um homem teclando com outro. Na verdade ele tinha a idade para ser meu filho, pois tenho 40 anos e ele 23. Em umas das conversas ele falou de uma fantasia que tinha: a de ver sua namorada de 21 anos transando com um homem de 40 anos. Me falou muito sobre sua namorada e disse que ela também gostaria muito de transar com um homem mais velho. Contou que ela era muito bonita e tinha um corpinho maravilhoso. Era loirinha, cabelos curtos, 49 quilos, rosto angelical. Achei engraçado pois até então nunca tinha acontecido nada desse tipo na minha vida. Ao mesmo tempo em ter ficado surpreso, com muito tesão pois também sempre tive a fantasia de transar com uma gatinha dessa idade. Marquei um encontro em um Café de Campinas com o Rodrigo (nome ficticio para preserva- lo)e só que pedi a ele que no encontro (café) levasse uma calcinha da Karina (tbem ficticio) para que pudesse sentir seu “cheirinho”. Antes, claro, ela deveria esfregá-la na bucetinha. Marcamos o café e no horario exato lá estava o Rodrigo, segurando uma envelope na mão. Apresentamo-nos e vi que ele simpatizou comigo. Conversarmos um pouco e ele disse que a hora que quisesse a gente poderia marcar uma ” brincadeira” a 3 em algum motel. Fiquei espantado com a forma decisiva que ele falava. Perguntei então se a Karina também já estava preparada. Confirmou com a cabeça que sim e disse que se ele “me” aprovasse”, estaria tudo bem para ela. Em nossos papos certa vez o Rodrigo perguntou quanto media meu pinto e como nunca tinha me preocupado com isso, pois acredito que tamanho não é documento, nedi com uma pequena trena que tenho e disse a ele que deveria ter uns 20 cm e bem cabeçudo. Isso talvez o tenha animado ainda mais em me ver com sua namorada. Disse que o dele tinha apenas uns 14 cm e por isso queria ver sua namorada sendo comida de verdade. Senti naquela hora que, o momento que quisesse, iria transar com uma gatinha, como sempre também fantasiei. Apos a gente se despedir daquele primeiro contato ele me passou o envelope que havia trazido, abri um pouquinho e pude ver que era a calcinha da Karina que ele tinha levado para mim. Ele levou a sério meu pedido. A noite quando cheguei em casa, antes de abrir meu e-mail, tirei a calcinha da Karina do envelope e pude sentir seu cheirinho, gostoso, … que delicia. Meu cacete nessa hora já estava duro e com a cabeça latejando de tesão em só imaginar a Karina sentando gostoso no meu pau. Abri então meu e-mail e lá tinha uma mensagem do Rodrigo na minha caixa postal e anexo uma foto. A mensagem curta dizia:… “se quiser, ela é toda sua”! Enviou uma foto com a calcinha da Karina que ele tinha me dado. Acredito que deva ter fotografado com uma maquina digital. A foto so aparecia da barriga pra baixo mas deu para ver o pequeno rachinha que se formava por debaixo da tanguinha. A gata tinha um corpinho super gostoso, ainda mais com apenas 21 aninhos e pesando somente 49 quilos. Fiquei vendo a foto e senti o gozo forte chegar. Quando gozei, espirrou sêmen longe… uma loucura. Enviei um -e-mail urgente para o Rodrigo marcando para o dia seguinte (quarta-feira) um encontro, por volta das 14 horas. Na manhã seguinte abri novamente meu e- mail e la tinha a mensagem do Rodrigo dizendo onde poderia pega-los pois não tinham carro. Respondi o e-mail confirmando que os pegaria, porem afirmando para não esquecerem de levar os documentos (RG) para comprovar a maioridade pois o corpo da karina era realmente de uma menina. As 13.30 horas passei no local combinado e os peguei,. Quando vi a gata quase fiquei louco. O pau ficou de novo duro so em vê-la… uma gatinha, MARAVILHOSA. Entraram no carro a Karina na frente, nos apresentamos e ela deu um sorriso ( e que sorriso) de aprovação e partimos em direção a um motel na região da D. Pedro. Entramos no motel sem problemas (com a apresentação dos documentos, é claro) e fomos para uma suite. Descemos do carro, abaixei a porta da garagem, fomos entrando dentro do quarto: a Karina na frente, eu atrás e o Rodrigo atrás de mim. Na porta da suite dei um abraços por trá na Karina, com o cacete por dentro da calça já roçando sua bunda e então o Rodrigo em tom de reprovação disse para não fazer nada com ela. Com respeito e sabendo os limites, a soltei e entao ele me falou que quando chegar a hora ele me avisaria. Fiquei levemente sem graça porém, concordei. Entramos no quarto, ela começou a se despir na minha frente e eu já quase louco de tesao. A gata ficou so de calcinha e olhava fixamente no meu olhos e de vez em quando mirava meu cacete que ainda estava dentro da calça e passava a língua sobre os lábios. Somente com uma tanguinha branca ela se deitou na cama e nisso o Rodrigo também fiocou so de cueca e deitou-se com ela. Entao ele me pediu para que ficasse sentado em um poltrona próxima somente assistindo. Assistindo?..pensei… será que vou aguentar? Mas tudo bem, vamos ver no iria dar tudo aquilo. Sentei me poltrona, ainda de roupa, porem já com o cacete pra fora, pois não cabia mais dentro da calça. Nisso Rodrigo deu uma puxadinha na calcinha da Karina e meteu a lingua pra valer. Quando vi a bucetinha da gatinha quase fui a loucura…totalmente lisinha, depiladinha, assim como veio ao mundo. Uma loucura!! Rodrigo a chupava com maestria até deixar seu clitóris latejando e ela gemia de tesão. Enquanto ele a chupava ela ficava olhando fixamente pra mim e pro meu cacete, não vendo a hora em senti-lo todinho dentro dela. Depois de uns 15 minutos de tortura, Rodrigo se levantou pegou uma camisinha (sabor morango) e veio em minha direção. Colocou a camisinha no meu cacete e então começou a chupa-lo como louco para deixa-lo mais duro ainda. Assim que viu que o mastro já estava bem ereto, voltou para a namorada que assistia tudo com um tesao maluco, acabou de tirar a calcinha da namorada e disse pra mim: ELA É TODA SUA!!! E sentou-se aonde estava para ficar assistindo. Fiquei louco naquela hora….Subi em cima da gatinha como uma garanhão que sobe em cima de sua femea,…. Karina gemia e urrava de prazer! A cabeça do meu cacete no início, por ser muito grande, nao queria entrar de jeito nenhum. Mas o Rodrigo veio com uma pomada lubrificante e lambuzou bom meu cacete e a bucetinha da Karina que ja gozava pela primeira vez assim que enfiei meu pinto dentro dela. Comecei então a meter pra valer,…. Karina ja gozava pela segunda vez. Como era apertada, hummmmmm.Nao aguentado mais também gozei como um louco. Meu pau nem amoleceu. Rodrigo veio com outra camsinha, me deitei, ele colocou a camisinha em mim, deu outra boa chupada no meu cacete e a Karina então veio por cima,….uma loucura. Agora ela que metia pra valer ,… cavalgava no meu cacete ate as bolas baterem em seu cuzinho. Gritava de prazer… Nisso o Rodrigo levantou-se de novo, ficou a menos de 20 cm do meu pinto e da buceta da Karina e ficava admirando. As vezes tirava meu pinto de dentro dela e chupava, depois dava umas “pinceladas” com a cabeça no cuzinho e na bucetinha da namorada,….chegava a ver estrelas de tesao. Eu bem abraçado com a Karina e o Rodrigo brincando com nosso sexos mais abaixo… Nesssa hora a Karina confidenciou no meu ouvido: “quer comer meu cuzinho”?? Claro, que sim … , respondi. Então pedi para o Rodrigo a ajudar a enfiá-lo dentro dela. Mas ela disse que não queria daquele jeito. Saiu de cima de mim, arrumou dois travesseiros, deitou-se de bruços sobre eles, deixando a bundinha bem arrebitadinha e então pediu que seu namorado a a amarrasse na cama (uma fantasia que tinha), com uma meia de seda que tinha trazido dentro da bolsa (já vieram com essa intenção)..olha que loucura. Fiquei por tras de Karina, o namorado veio novamente com uma camisinha nova, após amarrar a namorada na cama com a meia, colocou a camsinha no meu pau, passou bastante lubrificante (no meu pau e no cuzinho da Karina). Então comecei a entrar dentro daquele buraquinho quente e apertado. Fui as estrelas novamente. Naquele dia a Karina deve ter gozado umas 9 vezes (2 vezes no cuzinho). Depois desse encontro saimos mais umas duas vezes. O casal, que estavam noivos, se casaram e mudaram para o Sul do país. Nunca mais os vi.

Nenhum comentário: